Startup: o que é e como funcionam?

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
success, startup, businessmen-2029803.jpg

Já ouviu falar em startup? Vejamos: hoje em dia, muitos sonham em ter o próprio negócio, não é mesmo? Inclusive, inspirados em empresas que haviam começado do zero e, posteriormente, tornaram-se gigantes na sua área. 

Além disso, o surgimento da internet e toda tecnologia por ela viabilizada, deram condições de que grandes empresas saíssem do papel, como as startups.

Por possuírem muitos benefícios e um alto potencial de crescimento, as startups são modelos para todos que querem empreender, mas não sabem como. 

Quer saber mais sobre o tema? Então, continue conosco!

O que é startup?

O termo startup, popularizado a partir da década de 1990, com o advento da tecnologia, vem da palavra inglesa start, que quer dizer começar. 

No entanto, a definição não é muito precisa e engloba desde empresas no estágio inicial até as gigantes da tecnologia. 

Assim, Google, Apple, Netflix e Facebook são algumas das startups de maior sucesso atualmente.

De forma geral, a relação que se faz com a startup é sobre a inovação que a mesma pode proporcionar.

Além disso, a agilidade no desenvolvimento e a consequente entrega dos projetos são outras características inerentes desse tipo de empreendimento. 

Assim, uma startup é uma empresa que tem uma proposta inovadora de negócio e, com isso, possui um alto potencial de crescimento. 

Como funciona uma startup?

Sabendo o que é uma startup, como você pôde acompanhar no tópico anterior, fica mais fácil entender como ela funciona. 

Afinal, elas podem se originar a fim de promover soluções menos complicadas —  geralmente movidas por um grupo de pessoas que querem “dar vida” a um projeto mais ambicioso.

Por outro lado, elas podem iniciar com uma estrutura maior, sendo patrocinadas por aqueles que estão em busca de maiores ganhos com projetos inovadores etc. 

Além disso, elas podem atuar em qualquer tipo de mercado ou área e, normalmente, fazem uso de uma ferramenta poderosa para as suas operações: tecnologia.

Quais são os benefícios das startups?

Apostar em uma startup, sem dúvida, traz uma série de benefícios. 

Inclusive, esses benefícios, por conta de toda capacidade de desenvolvimento que ela tem, acabam se tornando características próprias das startups. Confira!

Flexibilidade

A flexibilidade é a capacidade de se adaptar (interna e externamente) a diferentes situações em um curto período, ou seja, com agilidade. 

Assim, um dos benefícios das startups é a flexibilidade que elas proporcionam para que os processos da empresa sejam feitos de forma mais dinâmica e organizada. 7

Dessa forma, as decisões são tomadas com mais rapidez.

Inovação

Outro benefício que deve ser pontuado é a inovação promovida pelas startups.

Afinal, como visto anteriormente, se não houvesse inovação, nem como startup ela seria considerada, não é mesmo?

Isso porque, ela precisa ver o mundo de forma diferente e extrair das oportunidades produtos/serviços que façam a diferença na vida dos possíveis clientes — e até criar mercados, inclusive.

Escalabilidade

A startup promove o crescimento do negócio sem que haja um aumento proporcional nos custos. 

Dessa forma, a empresa consegue ampliar o faturamento com um ritmo que seja superior ao das despesas, como aluguel, produção, salários dos funcionários etc.

Gostou de aprender mais sobre as startups? Se sim, leia também: quais são os principais desafios do gestor comercial? Boa leitura!

Move Reps

Move Reps

Consultoria & Representação

×